Como escolher a planta ideal para cada ambiente da casa

Escrito por: -

Como escolher a planta ideal para cada ambiente da casa

Ter uma ou mais plantas em casa traz muitos benefícios. Além da beleza que valoriza a decoração, elas ajudam a renovar a qualidade do ar, exalam aromas agradáveis e podem ser um artifício anti-stress para quem gosta de cuidá-las. Para escolher a espécie ideal pedimos ajuda à arquiteta Adriana Victorelli do escritório Neo Arq que nos deu dicas de como escolher a planta ideal para cada ambiente da casa.
 

“É preciso analisar se o local é bastante ou pouco iluminado, ao ar livre ou fechado, o porte da espécie, a forma de plantio e os cuidados que ela requer”, explica a arquiteta.

 
1. Em salas bem iluminadas, podem ser usadas plantas que precisam de luz como dracena, pau-d’água, agaves e licuala. Se o ambiente não tiver tanta iluminação, a ráfia, costela-de-adão, maranta, bromélia, orquídea e samambaia são ótimas opções. Por ser o local de maior circulação da casa, é importante dar atenção na escolha do vaso. “O tamanho, a cor e o estilo devem ser bem pensados para não brigar com o resto da decoração”, alerta Adriana.
 

 
2. Na cozinha, vale apostar em ervas e temperos, que deixam o aroma no ar e ainda podem ser utilizados nas receitas do dia a dia. Capim-cidreira, manjericão, cebolinha, salsa, alecrim, boldo, hortelã, pimenta e agrião são ótimas opções. Se preferir flores, azaléias e lírios ficam bem no ambiente.
 
3. Para os dormitórios, Adriana recomenda camélia, begônia, bonsai, jibóia e aspargo, que são delicadas e transmitem tranquilidade e suavidade. Se quiser dar um ar romântico, opte por um vaso com uma pequena quantidade de rosas.
 
4. O banheiro é um local úmido, por isso necessita de plantas que se adaptem à umidade, como hortênsia, orquídea, antúrio, lírio-da-paz, bambu da sorte e bálsamo. Se o espaço for limitado, pequenos vasos de violetas são bonitos e existem em várias cores.
 
5. O escritório costuma ser um local fechado e de pouca luz. Plantas que se desenvolvem bem neste ambiente são: pau d’água, zamioculca, begônia, espada de São Jorge e palmeira ráfis.
 
6. A varanda é um local onde o vento é constante e a luminosidade é intensa. Bambu Mossô, cactáceas, suculentas, palmeiras, dracena, pinheiro, asplênio e árvores frutíferas se adaptam bem a essa condição. A gérbera também é uma ótima escolha para varandas, pois absorve a fumaça do cigarro. “Outra opção interessante e bem moderna são os jardins verticais, que ocupam pouco espaço e podem receber diversas espécies de plantas”, completa a arquiteta.

Foto: Getty Images

Votar no artigo:
Nenhum voto. Seja você o primeiro!